Sons celestiais saídos diretamente de seus corpos

“(…) – eu pensava que a música que ouvia vinha das pedras da ospedale. Sempre havia música, então concluí, com a lógica das crianças, que as pedras cantavam. Mais tarde, quando vi a orquestra, pensei que os corpos das meninas faziam parte dos instrumentos que tocavam. Afinal de contas, eles faziam parte de seus nomes: Beatrice dal Violin, Maria dal Flauto, Paola dal Mandolin. Havia também garotas que não tinham instrumentos ligados a seus nomes, mas sons celestiais saídos diretamente de seus corpos: Prudenza dal Soprano, Anastasia dal Contralto, Michielina d’Alto. Lembro-me do momento em que alguém me disse que não, elas não eram anjos. Eram meninas feitas de carne e osso como eu.”

— Barbara Quick: A Virgens de Vivaldi

musica das pedras

pensava que a música que ouvia vinha das pedras da ospedale

Commemorative plaque beside the Ospedale della Pietà.

Commemorative plaque beside the Ospedale della Pietà.

Ritratto presunto di Antonio Vivaldi (anonimo, XVIII sec.) conservato nel Museo internazionale e biblioteca della musica di Bologna

Ritratto presunto di Antonio Vivaldi (anonimo, XVIII sec.) conservato nel Museo internazionale e biblioteca della musica di Bologna

Música dos Anjos

Música dos Anjos

época de Vivaldi