a insignificância dos répteis humanos

“As Cobras dão palpite sobre tudo, mas prefiro as Cobras filosóficas, comentando a insignificância dos répteis – incluindo os répteis humanos – diante do universo.”

— Luis Fernando Verissimo: As Cobras – Antologia Definitiva

 

universo frio e indiferente

universo frio e indiferente

um universo que não entendemos

um universo que não entendemos

e a vida não tem sentido

e a vida não tem sentido

Cobras criadas de Veríssimo

Cobras criadas de Veríssimo

O Verde

“Ele adentra minha mente como uma traça; percebe minha similitude e se alegra…
Estamos juntos num novo mundo. Não tenho palavras para descrever…
O verde, diz ele. Ele chama de verde.
Sinto-o lendo os rastros que outras vidas deixaram em minhas espirais celulares.
E, no reflexo do espelho verde, vejo-o a examinar antigas memórias…
… emprestadas e há muito abandonadas…

— Neil Gaiman e Dave McKean: Orquídea Negra

legenda 2

antigas memórias… emprestadas e há muito abandonadas…

legenda 3

no reflexo do espelho verde

legenda 1

Ele chama de verde

arte serial

A arte serial

 

 

Loucura é a saída de emergência!

“Assim, quando você estiver dentro de um desagradável trem de recordações, seguindo para lugares do seu passado onde o risco é insuportável… lembre-se da loucura.
Loucura é a saída de emergência!
Você só precisa dar um passo para trás e fechar a porta com todas aquelas coisas horríveis que aconteceram… presas lá dentro… pra sempre.”

— Coringa em “Batman, A Piada Mortal”, de Alan Moore e Brian Bolland

legenda 1

lugares do seu passado onde o risco é insuportável

relendo o clássico

o clássico que reconstruiu a dinâmica Coringa X Batman

A beleza e a imaginação

DOROTHY: A imaginação é peculiar, não é? (…) Digo, às vezes ela nos aprisiona e, às vezes, é o que te liberta.

WENDY: Sim. Eu acho que é isso o que a gerra destrói. Toda a arte e arquitetura, os campos de flores e os sonhos dos jovens… Toda a imaginação.

ALICE: Minha querida, coisas bonitas e originais podem ser destruídas. A beleza e a imaginação não. Elas florescem até em tempos de guerra.

– Alan Moore & Melinda Gebbie:  Lost Girls – Livro 3 – O Grande e o Terrível

a imaginação

Elas florescem até em tempos de guerra

concluindo o decamerão hyper porn novecentista

concluindo o decamerão hyper porn novecentista

 

A fábula tão verdadeira quanto pode ser

Ah, era sim. A fábula de Mister Punch não é só um show de fantoches, sabe. Há quem diga que foi o velho Porsini que levou Punch para a Inglaterra há duzentos, trezentos anos. E é tão verdadeira quanto pode ser. Foi aí que Mister Punch recebeu seu nome. Ele troca de nome conforme os tempos mudam. Ah, mas eu o seguia lá nos tempos antigos, no inverno.

Ele fazia suas travessura e, na época, como hoje, enganava o Diabo e lutava contra o dragão.

– Neil Gaiman & Dave McKean: A Comédia Trágica ou a Tragédia Cômica de Mr. Punch

A fábula tão verdadeira

Ele troca de nome conforme os tempos mudam

Mr. Punch

Não é só um show de fantoches

o cargueiro negro

“Outra noite, outra vitima das docas…
… embora ela não seja tanto quanto aparenta ser.
E a nau…
…o cargueiro negro…
…com sangue antigo nos costados…
… quase já pode se ver.” – Alan Moore e Kevin O’Neill: A Liga Extraordinária – Século: 1910

o cargueiro negro

o cargueiro negro

A suruba fantástico-literária de Moore e O’Neill

outro volume da suruba fantástico-literária steampunk de Moore e O’Neill