Careta no espelho

Black Swan

Black Swan

Não tenho certeza se acontece com muita gente, mas sempre faço caretas diante do espelho e depois  sempre saio achando que tem coisas muito estranhas por trás do reflexo daquele rosto.  Maluca… maluca… maluca….

Quando meu irmão era pequeno e brincava de encarar até não aguentar e rir, fiz uma experiência horrível. Ficamos nos encarando e me veio a idéia idiota de fingir uma expressão de raiva. Sustentei a cara de malvada e, por fim, ele parou de sorrir e fez uma cara de medo e tristeza. Crianças enxergam e acreditam naquilo que percebem atrás dos olhos. Será que fingi mesmo ou sou uma vaca má lá no fundo do poço da alma?

Acho que estamos sempre ao ponto de alguma coisa e ficamos por lá mesmo. A ponto de. Como se guardássemos uma multidão de almas penadas que de vez em quando escapam. É a porção de verdade nos mitos de guerreiros que devoram almas dos rivais. Quem somos eu?

Fiquei cismada se o filme do Aronofsky era sobre os bastidores de uma companhia de ballet, pois acho chatão isso. Mas, que bom, não é isso. Fiquei até com vontade de rever O Lago dos Cisnes, que sempre achei meio chato. É um clássico de repertório com todas as poses, saltos e giros que simbolizam o próprio ballet clássico. Só que é um tanto maçante ver a bailarina pra lá e pra cá dando passinhos curtos na ponta da unha do dedão e simulando as asas do cisne com os braços se agitando por uma eternidade.

A bailarina (Natalie Portman) ensaia diante do espelho. Faz sua maquiagem, piruetas, treina olhares e expressões. De repente, pode dar uma de Alice e invadir seu reflexo. Se refugiar nele e se ausentar da mãe super protetora (Barbara Hershey), fugir das garras do coreógrafo (Vincent Cassel). No reflexo, ela parece perfeita. Ela morde, cai na balada, se embriaga e passeia pelo bosque selvagem do sexo. A moça que é um cisne. Moça que se veste de rosa, mas não consegue escapar de sua metamorfose em um cisne branco e em um cisne preto. Me veio um frio na espinha aquele sangue no olho do cisne negro de Portman.

Até onde se aventura a alma da bailarina no espelho?

=================================