Memórias são ‘a coisa essencial’ para nós?


Arnie passa por uma determinada mudança – suas memórias são apagadas e novas colocadas em seu lugar. A afirmação Verhoeven-Schwarznegger é que esta é uma mudança essencial. A pessoa que Arnie era não existe mais; uma nova pessoa tomou seu lugar. É por isso que Arnie providencia sua tradicional alta contagem de cadáveres. Ele está literalmente lutando por sua sobrevivência. Ter as memórias antigas – as memórias de Hauser – restauradas iria literalmente terminar com a existência de Quaid, a pessoa em que ele se tornou. Então Verhoeven-Schwarznegger estão defendendo o que é comumente chamado de teoria da memória da identidade pessoal. Se eles estão certos, nossas memórias são a coisa essencial para nós: o que faz de cada um de nós a mesma pessoa todos os dias, e o que nos faz diferentes de todas as outras pessoas, é a nossa memória.

— Mark Rowlands: Scifi=Scifilo – A Filosofia Explicada pelos Filmes de Ficção Científica (Capítulo 4 – O Vingador do Futuro e O Sexto Dia)

O problema da identidade pessoal

O problema da identidade pessoal

Schwaznegger, Tom Cruise, Keanu Reeves e cia conectam o leitor com Platão, Nitsche, Descartes e cia.

Schwaznegger, Tom Cruise, Keanu Reeves e cia conectam o leitor com Platão, Nietzsche, Descartes e cia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s