Loucura é a saída de emergência!

“Assim, quando você estiver dentro de um desagradável trem de recordações, seguindo para lugares do seu passado onde o risco é insuportável… lembre-se da loucura.
Loucura é a saída de emergência!
Você só precisa dar um passo para trás e fechar a porta com todas aquelas coisas horríveis que aconteceram… presas lá dentro… pra sempre.”

— Coringa em “Batman, A Piada Mortal”, de Alan Moore e Brian Bolland

legenda 1

lugares do seu passado onde o risco é insuportável

relendo o clássico

o clássico que reconstruiu a dinâmica Coringa X Batman

O que o coração sentiu no tormento da Paixão

Mas o que não saberíamos ressaltar a contento nem tentar fazer compreender, o que torna Mozart um gênio absolutamente único, é a união constante e indissolúvel da beleza de forma, e da verdade de expressão. Pela verdade, ele é humano; pela beleza, é divino. Pela verdade, ele nos toca, nos comove, reconhecemo-nos todos nele, e proclamamos, por isso, que ele conhece verdadeiramente bem a natureza humana, não apenas em suas diferentes paixões, mas ainda na variedade de forma e de caráter que podem exibir. Pela beleza, ele transfigura o real, deixando-o sempre inteiramente reconhecível; eleva-o e o transporta, pela magia de uma linguagem superior, àquela região luminosa e serena que constitui a Arte, e na qual a Inteligência repete, coma tranquilidade da Visão, o que o coração sentiu no tormento da Paixão.

— Charles Gounod: O Don Giovanni de Mozart

legenda 1

Pela beleza, ele transfigura o real

legenda 2

Pela verdade, ele nos toca, nos comove, reconhecemo-nos todos nele

a ópera que todo compositor do gênero queria ter feito

A ópera que todo compositor do gênero queria ter feito

In the thundercloud of a common crisis

The bird that I hope to catch in the net of this play is not the solution of one man’s psychological problem. I’m trying to catch the true quality of experience in a group of people, that cloudy, flickering, evanescent – fiercely charged! – interplay of live human beings in the thundercloud of a common crisis. Some mystery should be left in the revelation of character in a play, just as great deal of mystery is always left in the revelation of character in life, even in one’s own character to himself. This does not absolve the playwright of his duty to observe and probe as clearly and deeply as he legimately can: but it should steer him alway from “pat” conclusions, facile definitions which make a play just a play, not a snare for the truth of human experience.

— Tennessee Williams: Cat on a Hot Tin Roof – Act Two [rubrica do autor]

Tommy Lee Jones and Jessica Lange in Cat on a Hot Tin Roof (1985)

Tommy Lee Jones and Jessica Lange in Cat on a Hot Tin Roof (1985)

Paul Newman and Elizabeth Taylor in Cat on a Hot Tin Roof (1958)

Paul Newman and Elizabeth Taylor in Cat on a Hot Tin Roof (1958)

exercício do conflito

exercício do conflito

A beleza e a imaginação

DOROTHY: A imaginação é peculiar, não é? (…) Digo, às vezes ela nos aprisiona e, às vezes, é o que te liberta.

WENDY: Sim. Eu acho que é isso o que a gerra destrói. Toda a arte e arquitetura, os campos de flores e os sonhos dos jovens… Toda a imaginação.

ALICE: Minha querida, coisas bonitas e originais podem ser destruídas. A beleza e a imaginação não. Elas florescem até em tempos de guerra.

– Alan Moore & Melinda Gebbie:  Lost Girls – Livro 3 – O Grande e o Terrível

a imaginação

Elas florescem até em tempos de guerra

concluindo o decamerão hyper porn novecentista

concluindo o decamerão hyper porn novecentista