TV, livros, chá e broa de milho


Vou começar uma série de posts sobre as séries e filmes de TV feitos a partir de livros. Tenho uma inveja mortal dos ingleses por causa da BBC. Pena que a gente não tenha nada comparável. Ok, ok. A TV brasileira tem seus méritos indiscutíveis de qualidade e quantidade de produções. Posso enumerar muitos exemplos. Mas não leve a mal quando digo que, quando se trata de adaptações literárias, não chegamos perto da riqueza das séries e filmes produzidos pelos ingleses. E eles ainda contam com a ITV, concorrente da BBC, que possui ótimas adaptações de livros. O Tempo e o Vento, Grande Sertão: Veredas, A Muralha, O Auto da Compadecida e Os Maias são alguns exemplos preciosos da TV Globo. Mas acho que devíamos nos permitir desejar uma produção muito maior nesse gênero.

seriesbr

Clássicos em Séries: A Muralha, O Tempo e o Vento, Grande Sertão e Os Maias

Acompanhei novelas desde a infância. As lembranças mais caras são das adaptações literárias como A MoreninhaA SenhoraEscrava IsauraHelenaA Sucessora.  Podíamos ter um projeto de transformar toda a obra de Joaquim Manuel de Macedo, José de Alencar, Bernardo Guimarães, Machado de Assis e por aí vai, em mini-séries ou longas-metragens de TV. Sem querer soar chatamente nacionalista, temos tantas ou mais obras literárias para explorar em audiovisual quanto os ingleses. Enfim.. it’s a long way… Mas agora que somos BRICS, desejados, imitados e líderes dos emergentes, quem sabe? Não é doido termos tão poucas adaptações do Machado e do Jorge Amado?

novelas

Folhetins clássicos das seis da tarde: acima à esquerda, cena de A Morenina; à direita, Rubens de Falco e Lucélia Santos em A Escrava Isaura; e embaixo à esquerda, Carlos Marzo e Norma Bloom em A Senhora

Esses dias, notei um comercial de TV sobre os sistemas ferroviários do país, com um lema tipo: “o Brasil vai bem de trem.” É… mas nossa malha ferroviária é tão modestinha. Falta muuuito para se afirmar que temos algo substancial. O Brasil tem a cabeça no século 21, mas o pescoço, o tronco e as pernas estão esticados ao limite, pois os pés acabaram de pisar no século 19. Foi nessa época que países como Inglaterra e EUA começaram a acelerar sua industrialização e a construção de ferrovias por todo seu território. E é a época em que ambos  países, que estavam entre os mais ricos do mundo,  mesmo assim tinham níveis de pobreza altíssimos. Mais ou menos como o Brasil é hoje. No século 19, o gênero literário chamado romance se estabeleceu e se popularizou. Foi a era que viu surgirem Charles Dickens, Victor Hugo, Leon Tolstoi, Eça de Queiroz e Machado de Assis.

seriesuk

Adaptações inglesas: South Riding, Zen, Lark Rise to Candleford e North and South.

Então… vamos à lista de alguns posts da série TV e Livros.
Não estão na ordem de publicação, porque não faço a mínima idéia de como ou quando vou escrevê-los. 🙂 E a lista deverá aumentar com o tempo. Por enquanto são só as produções inglesas, pois andei assistindo várias. Mas vou pensar nas séries nacionais para listar em breve.

South Riding – 2011, BBC. Mini-série com 3 episódios baseada em livro de Winifred Holtby.

Lark Rise to Candleford – 2088-2011, BBC. Série que teve 4 temporadas e uns 40 episódios, baseada na obra de Flora Thompson.

Downtown Abbey – 2010, ITV. Série já teve 7 episódios e continua este ano em nova temporada no segundo semestre. Autor:  Julian Fellowes.

The Turn of The Screw – 2099, BBC. Longa-metragem baseado no livro A Volta do Parafuso, de Henry James.

Zen – 2010-2011, BBC. Até agora, a BBC produziu 3 episódios dessa ótima série baseada nos livros de Michael Dibdin.

Sherlock – 2010, BBC. Uma visão mudernosa e curiosíssima do personagem de Arthur Conan Doyle. Até agora foram 3 episódios.

Cranford – 2007, BBC. Mini-série em 5 episódios + 2 (especiais de Natal), baseados em 3 livros de Elizabeth Gaskell.

North and South – 2004, BBC. Essa é das mais cultuadas. Quase alcança a fama de Orgulho e Preconceito de 1995. Também é inspirada por um romance de Elizabeth Gaskell.

Wives and Daughters – 1999, BBC. Mais uma série sobre obra de Elizabeth Gaskell. Tem 4 episódios.

The Ruby in The Smoke (2006) e The Shadow in The North (2007), BBC – Dois longas-metragens baseados em livros de Philip Pullman.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s