Desembucha, meu rei!


O Discurso do Rei

O Discurso do Rei

Há um tempo atrás, numa terra ameaçada pela guerra, Shakespeare e Mozart ajudaram um príncipe a soltar a voz. Isso já torna uma história bela desde o início. Como um conto de fadas moderno. Tem um príncipe que vira rei. Que vira um herói nacional porque enfrentou uma guerra mundial e outra íntima: contra a própria dificuldade para falar.

Perto do início do filme O Discurso do Rei (The King’s Speech),  o terapeuta (Geoffrey Rush) convence o quase rei (Colin Firth) a ler um trecho do famoso monólogo de Hamlet com os ouvidos tampados pela música de Mozart (não lembro se era uma sinfonia ou uma abertura de ópera). To be or not to be… Ele não pode ouvir sua própria voz. Não se ouvindo, porém ouvindo Mozart, ele fala perfeitamente.

Essa é uma das melhores cenas – entre muitas boas cenas – do filme.  O Discurso do Rei conta um pedaço da vida do rei George VI,  pai da atual rainha da Inglaterra, Elizabeth II. É tão bonito e divertido o retrato da parceria maluca do futuro rei (Bertie para os íntimos) e o terapeuta australiano (dublê de ator shakespeareano) Lionel Logue, que causa até certa simpatia pela família real inglesa. Toda família tem algum podre, nem precisa ser “real”. Podres plebeus ou reais, todos carregamos podres e o podre nos cerca. Isso inclui as babás dos príncipes… também.

A esposa do príncipe (e futura rainha mãe), vivida pela ótima Helena Bonham-Carter, é quem incentiva o marido a procurar a ajuda não ortodoxa de Logue. Eles já haviam testado de tudo. Até bolas de gude atulhadas na boca. Então porque era tão estranho se submeter aos exercícios estranhos do Logue? Outro detalhe historicamente irônico é que Hitler tem um papel importante na briga do rei com a fala hesitante.  O que é a vaidade + a rivalidade, né? Ao ver um filme com o ditador alemão discursando para a multidão, o jovem rei inglês percebe a responsa que o aguarda.

É difícil decidir entre Geoffrey Rush e Colin Firth… Os dois atores estão perfeitos. Adorei as brincadeiras do personagem de Rush com os filhos, que advinham qual cena de peça de Shakespeare ele está imitando. E também todas as sequencias de explosões de cantorias, cacoetes e palavrões que servem para ajudar Firth a soltar a voz. É meu favorito ao Oscar, embora não tenha visto todos os candidatos. Outros grandes atores do filme são Guy Pearce (que faz o príncipe de Gales, depois rei Edward VIII), Michael Gambon (mais conhecido como professor Dumbledore dos filmes do Harry Potter, que faz o rei George V), Timothy Spall (O Pete Petigrew do Harry Potterr) no papel de Winston Churchill e Derek Jacobi (arcebisbo de Canterbury, que preside a coroação do rei).

The King's Speech

a voz do povo a voz do rei

O Discurso do Rei

To-to-be... or not to-to-to be...

O discurso do rei

A voz na corda bamba

O discurso do rei

música, dança, gritos e palavrões. tudo para o rei falar direitinho.

================================

Guia Webdebee para o Discurso do Rei

Trivias

Geoffrey Rush – atuou em Shakespeare Apaixonado no papel do produtor teatral da companhia em que Shakespeare trabalha. Um ator da companhia tem problemas de gagueira, mas quando o espetáculo começa e ele inicia sua fala, todos temem por ele, mas a gagueira some como que por mágica. “It’s a mystery”, diz Rush.

Winston Churchill – o futuro primeiro-ministro da Inglaterra e amigo dos príncipes David e Albert, também era gago. Soube disso ontem assistindo uma terapeuta no programa da Ana Maria Braga (é webdebee assiste e é fã do Louro José). Ela que contou que Churchill criou todo um estilo de oratória, com pausas estratégicas que disfarçavam a gagueira e conferiam solenidade a seus inesquecíveis discursos (blood, sweat and tears etc.).

Jennifer Ehle – adorável canastrona que faz a esposa do Logue, atuou com Colin Firth na adaptação de Orgulho e Preconceito de 1995. Os dois formam o par romântico Elizabeth Bennet e Mr. Darcy na série sobre a obra de Jane Austen, produzida pela BBC.

Tom Hooper – o diretor inglês também assinou as séries da HBO John Adams (com Paul Giamatti) e Elizabeth I (com Helen Mirren e Jeremy Irons)

Palavrões

Fuck, fuck, fuck. Buggar! Buggar! Fuck, bloody, fuck, ass! – Quando eu trabalhava em uma emissora de rádio, alguns locutores tinham exercícios bizarros para relaxar e soltar a voz. Diziam algo como:  Ha! Ho! He! Ê viado! E os operadores de áudio acompanhavam em coro do outro lado da cabine. Eram tempos malucos, mas bons tempos.

bugger – Um dos palavrões preferidos dos ingleses. Tem um significado original de “To sodomize someone”. Mas eles usam como qualquer coisa. Tipo o nosso bom e velho “porra”.  There once was a man from Belair / Who tried to bugger a bear. / But the beast was a brute / Who struck out at his root / Leaving nothing but testes and hair. by Cap’n Bullmoose (from Urban Dictionary)

Trava-lígua do Rei

Um ninho de mafagafas
tinha seis mafagafinhos.
Tinha também magafaças,
maçagafas, maçafinhos,
mafafagos, magaçafas,
maçafagas, magafinhos.
Isso além dos magafafos
e dos magafagafinhos.

Lugares

Palácio de St. James – Os livros da Jane Austen sempre citam o Palácio de St. James. O filme mostra o interior do palácio com suas galerias e salões.

Abadia de Westminster – o local da coroação é cenário de um dos trechos mais bacanas do filme. Quando o novo rei se impõe sobre as opiniões do Arcebispo.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Desembucha, meu rei!

  1. Adorei o filme e curti o seu post. Bertie e Logue, um par perfeito. =:o) Você sabia que o roteirista sofreu de ganheira também!? Pois é, parece que ele pediu autorização para a Rainha Mãe para escrever baseado na história de seu marido… e ela respondeu: “Yes, but not in my life time.” Para nossa sorte, ele resolveu esperar trinta anos para escrever (mais nove para ver o filme).

    • é mesmo! eu vi o autor em algum programa de TV falando que teve gagueira e que o rei gago foi um herói para ele. eu adorei o filme e acho um bom candidato ao Oscar, embora eu goste muito do Inception (A Origem) também.

  2. Oi Bee!
    Puxa q texto redondinho! Você cobriu bem as coisas mais estimulantes do filme, do início às dicas do final! I’ve Faced it, em momento coruja total! Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s