O delicioso cérebro de Mr. Darcy


Orgulho e Preconceito e Zumbis

Orgulho e Preconceito e Zumbis

Orgulho e Preconceito e Zumbis

Sou uma cretina que não devia ficar lendo essas coisas divertidas, e, sim, estudar o PMBOK e outras literaturas sérias para a monografia. Mas, num surto de escapismo, não resisti e devorei essa breve bobagem. Com algum sentimento de culpa. Culpa pela fuga literária proibida e pela Jane Austen, que deve ter virado um zumbi, se arrancado do túmulo e a agora anda vagando por aí até encontrar o “co-autor” do livro para morder a cabeça do cara.

Imagine se o Robert Rodriguez resolvesse ler Orgulho e Preconceito para as filhas antes de dormir?

Então o diretor de El Mariachi, Planeta Terror e Sin City não resistiria e acrescentaria zumbis e artes marciais na trama só pras filhas não crescerem muito bocós sonhando com mr. darcies encantados…

Orgulho e Preconceito é um dos romances que mais adoro. Já li umas 3 ou 4 vezes. E agora, li mais uma vez. Só que os zumbis estavam lá. Mas não atrapalharam. Não exatamente… Até ajudaram a imaginar outras possibilidades da narrativa. Tipo: não seria bom (para você que já leu o romance ou viu um dos filmes) se o Darcy desse uma lição de verdade ao Wickham? E se ao invés de passarem os dias entediadas contando nuvens que passam, as irmãs Bennet treinassem kung-fu shaolin para combater zumbis? E que tal um destino mais cruel para o Mr. Collins? Hua Hua Hua Hua. É uma forma de redenção dos personagens e/ou do leitor. Mas totalmente maluca, é verdade.

O co-autor, Seth Grahame-Smith, mantém o argumento quase intocado. O básico está lá. Os personagens, o baile de Netherfield, a viagem a Pemberley, as meninas malucas por oficiais da milícia, cartas, pedidos de casamento recusados, a mãe histérica que quer casar as filhas, o orgulho, o preconceito etc. Só que zumbis invadem os bailes, assombram as estradas e um deles sonha com o sabor e a textura de couve-flor do cérebro do senhor Darcy em sua bela e grande cabeça. E Lady Catherine é uma exímia guerreira protegida por um exército de ninjas. Mas não perde a pose, pois é treinada por mestres do Japão, que, nesse contexto pirado, é muito mais chique que a China, onde as pobres Bennet foram instruídas…. mó viagem. Já soube de um papo de que a Natalie Portman viverá a Lizzie Bennet na versão cinematográfica.

Como afirma Jane ‘infectada pelo zumbi Grahame-Smith’ Austen no início do livro, “É uma verdade universalmente conhecida que um zumbi, possuidor de cérebros, deve estar necessitando de mais cérebros.”

E, por falar em estragar Orgulho e Preconceito, outro dia assisti à série Lost in Austen. Algum canal desses tipo Liv ou GNT tem que passar. É muito bom. Comentarei em breve.

As irmãs Bennet formam a estrela de 5 pontas em uma manobra para exterminar os zumbis que invadem o baile

As irmãs Bennet formam a estrela de 5 pontas em uma manobra para exterminar os zumbis que invadem o baile

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s